6. GESTÃO DE SUPRIMENTOS E ACOMPANHAMENTO DE FORNECEDORES

É um consenso na área da saúde que o processo de abastecimento hospitalar é complexo e exige uma condução diferenciada para que os resultados atendam as expectativas dos gestores. Por isso, a Cruz Vermelha possui procedimentos de gestão de suprimentos e acompanhamento de fornecedores que facilitam a vida do gestor hospitalar e representam maior segurança para os funcionários e clientes do hospital.

Estes procedimentos são inspirados em metodologia reconhecida e baseada nos princípios do PMI — Project Management Institute e na norma NBR ISO 10006 — Gerenciamento de Projetos, entendendo cada processo de compra como um projeto específico, um empreendimento que envolve as fases de concepção, cotação e relacionamento e compras e gerenciamento, e abrange as nove áreas de conhecimento do PMI: escopo, prazo, custo, qualidade, suprimentos, RH, comunicação, riscos e integração.

Resultados

Garantia do cumprimento pleno dos contratos de abastecimento, com acompanhamento das eventuais alterações de escopo e aditivos contratuais;
Finalização e entrega dos eventos de compras dentro dos parâmetros de prazo, custo e qualidade, definidos inicialmente pelo corpo estratégico da instituição parceira;
Segurança no processo, com o cumprimento de especificações estratégicas e a realização de compras adequadas de fornecedores confiáveis em momentos oportunos;
Garantia da utilização e alocação de recursos humanos adequados para cada fase do abastecimento institucional.
Garantia da comunicação eficaz entre todos os envolvidos nos processos de abastecimento, de modo que as informações corretas sejam disponibilizadas nos momentos apropriados para cada parte interessada.
Redução dos riscos e seu gerenciamento ao longo de todo o processo de abastecimento institucional.
Subsídio aos gestores para tomada de decisões estratégicas.